Boca bonita para além do batom

Afinal, o cosmético faz bem para a boca?

Você costuma passar batom para deixar sua boca bonita? Pois saiba que ele é um dos produtos mais consumidos entre as maquiagens, principalmente pelas mulheres, mas ainda é uma questão polêmica entre os especialistas se é vilão ou mocinho para a saúde da sua boca.

Vilão ou mocinho?

A presença dos metais pesados como chumbo, alumínio e óxido de titânio é o principal motivo para essa preocupação. Por isso, há os que defendam que os componentes do batom podem ser prejudiciais.

Entre os que defendem o uso do produto, a explicação é que há uma regulação para que a presença desses metais pesados seja em pequenas quantidades, e que sobre a pele os efeitos nocivos são quase nulos. Além disso, há opções naturais em que não existe a presença desses componentes.

De qualquer forma, os benefícios de se usar o batom são a proteção e hidratação que ele causa sobre o lábio, porque que ajuda a reduzir o aparecimento do câncer de boca. E, por isso, para quem gosta, o resultado é com certeza uma boca bonita.

Boca bonita para além do batom

Mas, além da maquiagem, boca bonita precisa ser também muito saudável. Por isso, manter uma rotina de cuidados e visitas regulares ao dentista é fundamental.

Além dos cuidados diários com a prevenção, como por exemplo, passar o fio dental e escovar os dentes após cada refeição, visitar o dentista duas vezes ao ano para fazer uma limpeza e procurar um profissional, ao menor sinal de alteração é muito importante.

Assim, será mais fácil garantir que dentes e gengivas estarão com a saúde em dia.

Também garante boca bonita, manter uma boa hidratação, escolha de alimentos saudáveis, não fumar e evitar bebidas alcoólicas, por exemplo.

Mas fora o batom, há diferença no cuidado bucal entre homens e mulheres?

Claro que é a regra para todos os gêneros. Como já dissemos antes, manter uma rotina de higiene adequada e visitar um dentista pelo menos duas vezes ao ano é necessário para prevenir doenças e manter os dentes saudáveis. Mas, há algumas características específicas da fisiologia da mulher que podem ser levadas em conta ao pensar em tratamento odontológico.

Algumas diferenças possíveis são:

  • Dentes: os das mulheres comumente são menores que os dos homens;
  • Língua: também tende a ser menor;
  • Hormônios: ao longo da vida as mulheres passam por mudanças hormonais muito maiores que os homens e isso poderá afetar a saúde bucal, caso não seja mantida uma rotina de higiene adequada;
  • Gestação: o aumento da progesterona torna maior a chance de doenças bucais, por isso é preciso ter mais cuidado e acompanhamento do seu dentista. Uma rotina de higiene adequada impede que problemas bucais se manifestem nesse período;
  • Idade: com o avanço da idade, a redução da saliva e a perda óssea costumam ser maiores nas mulheres. Portanto, resulta na perda de dentes entre elas;
  • Contraceptivos: inflamação da gengiva é um efeito colateral comum ao uso da pílula, desde que a devida higiene bucal não seja observada.

Marque uma visita ao dentista e mantenha o seu sorriso poderoso para celebrar todas as conquistas que desejar fazer.

Encontre em nossa rede credenciada um dentista mais próximo de você.

Você também pode gostar de:
Saúde bucal na gravidez

Falta de higiene bucal pode agravar doenças crônicas

Voltar ao topo

Pin It on Pinterest